Google+ Badge

Google+ Followers

Se você procura um serviço de tradução português-espanhol profissional e de máxima qualidade, podemos ajudar-lhe...

quarta-feira, 4 de março de 2009

CAMBIO


"Nada foi trocado, só eu troquei. Porém tudo foi trocado."
Marcel Proust.

"Não pretendamos que as coisas troquem se sempre fazemos o mesmo. A crise é a melhor benção que pode acontecer lhe às pessoas e aos países porque a crise traz progressos.

A criatividade nasce da angústia, como o dia nasce da noite obscura. É na crise que nasce a inventiva, os descobrimentos e as grandes estratégias. Quem supera a crise se supera a si mesmo sem ficar "superado".

Quem atribui à crise seus fracassos e penúrias violenta seu próprio talento e respeita mais os problemas que as soluções. A verdadeira crise é a crise da incompetência.

O inconveniente das pessoas e os países é a preguiça para encontrar as saídas e soluções. Sem crise não há desafios, sem desafios a vida é uma rotina, uma lenta agonia. Sem crise não há méritos.

É na crise onde aflora o melhor de cada um, porque sem crise todo vento é caricia. Falar de crise é promover la, e calar na crise é exaltar o conformismo. Em vez de isto trabalhemos duro. Acabemos de uma vez com a única crise ameaçadora que é a tragédia de não querer lutar para superar la".

Albert Einstein

PREDIÇÕES EFETIVAS



As Seis Regras de Predições Efetivas

O objetivo de projetar se não é meramente predisser o futuro, senão adquirir conhecimentos que nos permitam levar a cabo ações adequadas no presente, e desta maneira estar preparados para o futuro. Conheça as Seis Regras de Predições Efetivas do futurista tecnológico Paul Saffo.



Regra 1: Definir o Cone de Incerteza. O fundamental para definir as bordas do cone é encontrar a forma de distinguir entre o altamente improvável e o absurdamente impossível. Os futuristas que conseguem delinear esta borda têm melhores possibilidades de predisser corretamente o que pode ou não suceder.
Regra 2: Buscar a Curva “S”: Geralmente os câmbios não se desenvolvem de forma linear. Os progressos mais importantes seguem uma típica curva em forma de S: começam lentamente, Aumentando se em silêncio para após explodir e depois descender uma vez mais.
Regra 3: Busque indicadores: Os futuristas devem acostumar se a ver temas que não encaixam com os demais, que estão fora de lugar e assim poderão predisser quando a curva da “S” começa a levantar se.
Regra 4: Mantenha fortes opiniões debilmente: Uma boa previsão é um processo de opiniões fortes, celebrada debilmente. Se deve prognosticar, faça o a miúdo, mas seja o primeiro em sinalar que está equivocado. A forma de atuar é dar um prognóstico tão pronto como seja possível, logo proponha se desacreditar lhe com novos dados.
Regra 5: Olhe atrás o dobro que adiante: As experiências dos eventos passados podem servir para conectar os pontos dos indicadores atuais e ser um mapa fiável da futura trajetória, sempre que se mire atrás o suficientemente longe.
Regra 6: Saiba quando NÂO fazer predições: Seja céptico sobre câmbios aparentes e evite projeções imediatas ou ao menos não tome nenhuma seriamente. O futuro próximo gerará muito mais indicadores, mais rápido do que se pensa.
Se procura um serviço de máxima qualidade e profissionalidade, podemos ajudar-lhe