Google+ Badge

Google+ Followers

Se você procura um serviço de tradução português-espanhol profissional e de máxima qualidade, podemos ajudar-lhe...

terça-feira, 5 de junho de 2012

EXPORTAÇÃO



Internacionalizar um produto não é fácil.

Os 7 erros mais comuns que se cometem ao exportar um produto

Começar a exportar produtos pode ser algo desafiante no sentido de que estás lidando com diferenças culturais. Por tanto é imperativo que te assegures de evitar alguns dos erros mais comuns que os exportadores cometem quando se dedicam ao comercio internacional.

Estes 7 erros costumeiros estão pensados para te ajudar a evitá-los quando prepares teus produtos para os mercados estrangeiros.

1. Analisa o nome de teu produto.
É fácil de pronunciar no idioma do país ao que te enfocas? Deverias traduzi-lo? Ainda mais importante, Existe alguma associação negativa ao nome de teu produto?
Em alguns países, os produtos brasileiros são muito procurados, assim quiçá apeteças manter o nome de teu produto. Em outros países, pode que seja melhor adaptar o nome de teu produto a um nome local.

2. Pensa nas cores da embalagem.
As cores significam coisas distintas em mercados distintos. Assegura-te de que a embalagem de teu produto não está exposta a uma associação negativa, como o azar. Embora isto não seja um fator importante em alguns países, em outros pode ser a diferencia entre a aceitação ou a rejeição de teu produto.

3. Avalia o desenho da embalagem e o etiquetado.
Ademais das cores, o resto da embalagem e o etiquetado também são importantes. Considera estes fatores quando avalias a competência de teu produto para o mercado objetivo.
Está no idioma adequado? Alguns países exigem embalagem bilíngue. É fácil de ler? Está claro o propósito de teu produto? Pode que queiras incluir fotografias de teu produto sendo utilizado, só para estar certo. Apresenta-se bem? Esta empacotada como algo que goste a teus clientes ou parece estrangeiro e fora de lugar?

4. O tamanho correto do produto.
Nos EUA o Big Mac de McDonald´s é conhecido por ser grande. Os americanos gostam de sua comida em tamanho gigante. No Japão, acontece o contrario, é consideravelmente menor.
Assegura-te de que teu próprio produto venha no tamanho adequado e na quantidade apropriada para teu mercado objetivo. Nos países emergentes, as unidades menores podem parecer mais atraentes para as pessoas com problemas de dinheiro. Nas economias maduras, pode que teus clientes queiram comprar em grandes quantidades.

5. Unidades de medida corretas.
Assegura-te de que a embalagem inclua as unidades de medida corretas de acordo ao padrão local. Se teus clientes estão tomando suas decisões baseando-se no valor e não podem determinar quanto de teu produto estão comprando, pode que decidam comprar o produto de tua concorrência.

6. Considera as embalagens.
Também considera o tipo de embalagem. Em algum momento, teu produto pode ter que viajar uma longa distancia pelo que quiçá demande uma embalagem mais resistente. Em outros países, o peso pode ser mais importante, o que te obrigaria a escolher um material mais leve para embalar.

7. Componentes elétricos.
Se teu produto possui componentes elétricos, assegura-te de que funcionam na voltagem correta do país alvo. Teus clientes não desejam nem necessitam comprar um transformador elétrico para usar teu produto. Pesquisa e assegura-te de que teu produto funciona em sua rede elétrica.

Um pouco de pesquisa do mercado para onde vai exportar pode fazer a diferença entre um sucesso colossal ou um fracasso estrepitoso. Investiga e facilita a teus clientes o uso e aceitação de teu produto.

COMUNICAÇÃO EM ESPANHOL





Comunicação em espanhol em circunstâncias de negócios.

Para todos aqueles que necessitam do espanhol em seu ambiente de trabalho.

Por meio dum abono mensal ou um contato por e-mail, você ou sua empresa poderão terceirizar tarefas administrativas relacionadas ao idioma espanhol e facilitar sua atividade comercial.
Estas tarefas compreendem a correção ou redação de emails, relatórios, interpretação e tradução de material recebido por sua empresa, redação de orçamentos, recepção de chamadas desde o exterior, entre outros.

Tanto na comunicação escrita como verbal está em jogo a imagem de sua empresa.

Existem aspectos na comunicação, ademais do uso correto do idioma, que possuem um rol fundamental na criação e consolidação da imagem que você decida oferecer; entre eles podemos nomear: o nível de formalidade apropriado segundo a hierarquia, à utilização do vocabulário preciso ou o ton adequado segundo o tipo de comunicação.
Pomos a sua disposição nossa experiência comercial de mais de trinta anos nos mercados espanhol e latino-americano.
Com Magna, o Escritório virtual da Língua Espanhola obterá flexibilidade, confiança e um trato agradável dos serviços que só pode oferecer uma pequena empresa, combinada com a experiência e qualidade que normalmente só pode receber das grandes empresas.
Serviço de acompanhamento a Férias, Exposições, palestras e rodadas de negócios, mediação de Comércio Exterior, Assessoria em Relações Internacionais.

Nossos clientes têm a necessidade de se comunicar em situações que poderiam ser difíceis ou de estresse e necessitam dum alto nível de confiança em suas comunicações.

FUNDÉU RECOMIENDA...



Recomendación del día


contrición, no contricción

Contrición, y no contricción, es la forma apropiada de escribir esta palabra que indica ‘arrepentimiento’, y su adjetivo correspondiente es contrito.

Sin embargo, a menudo se puede ver en los medios, probablemente por su cercanía a la palabra constricción, la forma inadecuada contricción: «En el partido que debía servir como acto de contricción del equipo por la mala temporada...», «No se ha visto ningún acto de contricción de parte de todos aquellos dirigentes».

Tal como indica el Diccionario panhispánico de dudas, lo adecuado es escribir este término con una c, de modo que en los ejemplos anteriores lo propio habría sido decir acto de contrición.
Se procura um serviço de máxima qualidade e profissionalidade, podemos ajudar-lhe